Os Ratos
23
abril
2015

O Rato (plural: ratos) é uma designação comum para diversos pequenos mamíferos pertencentes à ordem dos roedores, assim como um nome genérico dado a diversos mamíferos roedores pertencentes às famílias Muridae, Cricetidae, Heteromyidae, Diatomyidae eBathyergidae.

Caracterizam-se por possuir focinho pontudo, orelhas pequenas e arredondadas, e uma longa cauda nua ou quase sem pêlos. As espécies mais conhecidas de rato são o Mus musculus, um típico rato doméstico, Rattus rattus e Rattus norvegicus, por vezes chamados de ratazanas e que habitam esgotos e córregos. Os ratos também são animais de estimação. Já em ambiente silvestre, a espécie mais comum é o ratos-do-campo ou rato do mato, espécie importante para a cadeia alimentar, pois são alimentos de grandes aves como falcões eáguias. Os ratos domésticos possuem comportamentos furtivos, onde podem invadir casas e despensas de comida. O americanoPeromyscus leucopus e o Peromyscus maniculatus vivem em ambiente não urbano, e são geralmente chamados de camundongos. Esses, assim como outras espécies comuns de rato como roedores existentes em todo o mundo, também podem habitar ambientes humanos. Porém, muitos deles são de outro gênero.

Gatos, cães, raposas, corujas, aves de rapina, cobras e até mesmo alguns tipos de artrópodes são os principais predadores dos ratos, principalmente as selvagens. No entanto, por causa de sua notável capacidade de adaptação a quase qualquer ambiente, o rato é um dos mais bem sucedidos entre o gênero mamíferos na Terra atualmente.

Os ratos em alguns contextos são considerados pragas, quando danificam e destroem plantações e silos de armazenamento de grãos,[1]onde também causam danos estruturais danificando fiações, estruturas, além de ser um vetor para diversas doenças, na maioria das vezes transmitidas pelas suas fezes ou através de seus parasitas que com seus hospedeiros como a Yersinia pestis, causam doenças como a peste bulbonica. Além disso, doenças como salmonelose, tifo murinho, escabiose e leptospirose também podem ser transmitidas pelas fezes dos rato. Na América do Norte, diversos casos onde a vítima apenas respirou o pó gerado pelas fezes do rato, tem sido associada à hantavírus, o que pode levar à Síndrome Pulmonar por Hantavírus (HPS).

A maioria dos ratos possuem hábitos noturnos; eles compensam suas limitações visuais com grande senso de audição, e confiam principalmente em seu sentido do olfato para localizar comida e evitar predadores.

Os ratos são os principais animais usado para testes em laboratórios, seja para teste de medicações, como pesquisas mais desenvolvidas como células tronco e cardiológicas.

Os ratos tem capacidade de construir complexos de tocas na natureza ou em ambiente humano. Estas tocas costumam ter longas entradas e estão equipados com túneis/rotas de fuga. Há alguma evidência de um novo estudo que indica que o projeto arquitetônico de uma toca é o resultado do que é pré-escrito no DNA de um rato.

A idade de reprodução de um rato, é de cerca de 50 dias de idade em ambos os sexos feminino e masculino, embora as fêmeas possam ter seu primeiro cio entre 25 e 40 dias. Ratos possuem ciclo estral durante todo o ano, e a ovulação é espontânea. A duração do ciclo estral é de 4-5 dias e o estro em si dura cerca de 12 horas, ocorrendo durante a noite. Esfregações vaginais ajudam no acasalamentos para determinar a fase do ciclo estral. O acoplamento é geralmente nocturno e pode ser confirmada pela presença de um sphragis na vagina até 24 horas após a cópula. A presença de esperma vaginal também é um indicador fiável de acasalamento.

Camundongos fêmeas quando alojadas juntas tendem a não entrar em ciclo estral. Se exposto a um rato macho ou os feromônios de um rato macho, a maioria das fêmeas vai entrar em cio em cerca de 72 horas. Esta sincronização do ciclo estral é conhecida como o efeito de Whitten. A exposição de uma rata recém-criada aos feromônios de um rato macho desconhecido pode impedir a implantação, um fenômeno conhecido como o efeito Bruce.

O período de gestação média é de 20 dias. Após o parto, cerca de 14–24 horas, o aleitamento é iniciado. A média de indivíduos em uma ninhada é de 10 a 12 indivíduos.

Existem vários tipos e espécies de ratos ao redor do mundo. Neste artigo irei listar quase todos os tipos de ratos do mundo, senão todos. Ao lado do nome do tipo de rato eu irei colocar também uma imagem do animalzinho.

  1. Rato Camundongo (Mus musculus)

    rato camundongo

    camundongo de laboratório

    O Camundongo é um rato geralmente associado a habitações humanas. Um camundongo adulto tem em média 6 centímetros de comprimento.

  2. Rato-preto (Rattus rattus)

    rato preto

    O Rato-preto é uma espécie de ratos, também conhecida como rato-de-telhado, rato-caseiro ou rato-inglês e no Norte Brasileiro assim como também no Nordeste brasileiro, como gabiru ou rato-de-couro. O Rato-preto Mede cerca de 40 centímetros.

  3. Ratazana (Rattus norvegicus)

    ratazana

    A Ratazana é a espécie de rato mais comum em esgotos e córregos. A ratazana também é conhecida como rato-marrom, rato-castanho, ou ratazana. Essa espécie pode chegar a 25 centímetros de comprimento.

Os tipos de ratos listamos acima são os mais comuns, mas há mais de 2000 espécies de ratos ao redor do mundo. Veja uma lista de espécies de ratos:

Gênero Rattus – ratos típicos

incertae sedis
Rato de Annandale (Rattus annandalei) – Indonésia, Malásia e Cingapura
Enggano rato (Rattus enganus) – Indonésia
Rato floresta filipino (Rattus everetti) – Filipinas
Rato da Polinésia (Rattus exulans) – Fiji ea maioria das ilhas da Polinésia, Nova Zelândia, Ilha de Páscoa, e no Havaí
Rato de Hainald (Rattus hainaldi) – Indonésia
Rato de Hoogerwerf (Rattus hoogerwerfi) – Indonésia
Rato de Korinch (Rattus korinchi) – Indonésia
† rato de Maclear (Rattus macleari) – Ilha do Natal
Nillu rato (Rattus montanus) – Sri Lanka
Molaccan rato de cauda preênsil (Rattus morotaiensis) – Indonésia
† Bulldog rato (Rattus nativitatis) – Ilha do Natal
Kerala rato (Rattus ranjiniae) – Índia
Novo rato floresta Irlanda (Rattus Sanila)
Andaman rato (Rattus Stoicus) – Ilhas Andaman
Timor rato (Rattus timorensis) – Timor

Norvegicus grupo

Rat campo Himalaia (Rattus nítido) – Bangladesh, Butão, China, Índia, Indonésia, Laos, Myanmar, Nepal, Palau, Filipinas, Tailândia e Vietnã
Rato marrom ou Noruega rato (Rattus norvegicus) – em todo o mundo, exceto na Antártida
Rato Turquestão (Rattus pyctoris;. Obs Rattus turkestanicus) – Afeganistão, China, Índia, Irã, Quirguistão, Nepal e Paquistão

Rattus grupo

Rato Queimado (Rattus adustus) – Enggano Island, Indonésia
Sikkim rato (Rattus andamanensis) – Butão, Camboja, China, Índia, Laos, Myanmar, Nepal, Tailândia e Vietnã
Arroz-campo ratazana (Rattus argentiventer) – Sudeste da Ásia
Summit rato (Rattus baluensis) – Malásia
Aceh rato (Rattus blangorum)
Nonsense rato (Rattus burrus) – Índia
Rato de Hoffmann (Rattus hoffmanni) – Indonésia
Rato de Koopman (Rattus koopmani) – Indonésia
Arrozal Lesser rato (Rattus Losea) – China, Laos, Tailândia, Taiwan e Vietnã
Mentawai rato (Rattus lugens) – Indonésia
Mindoro rato preto (Rattus mindorensis) – Filipinas
Pouco rato soft-peluda (Rattus mollicomulus) – Indonésia
Rato de Osgood (Rattus osgoodi) – Vietnam
Palma de rato (Rattus palmarum) – Índia
Rato preto (Rattus rattus) – em todo o mundo, exceto na Antártida
Rato floresta Sahyadris (Rattus satarae)
Simalur rato (Rattus simalurensis) – Indonésia
Tanezumi rato (Rattus tanezumi) – Afeganistão, Bangladesh, Camboja, China, Ilhas Cocos (Keeling), Ilhas Fiji, Índia, Indonésia, Japão, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Laos, Malásia, Mianmar, Nepal, Paquistão, Filipinas, Taiwan, Tailândia e Vietnã
Rato Tawi-Tawi floresta (Rattus tawitawiensis) – Filipinas
Rato de campo malaia (Rattus tiomanicus) – Indonésia, Malásia, Filipinas e Tailândia

Grupo xanthurus

Bonthain rato (Rattus bontanus; obs Rattus foramineus.) – Indonésia
Gambá rato (Rattus marmosurus) – Indonésia
Peleng rato (Rattus pelurus) – Indonésia
Sudeste rato xanthurus (Rattus salocco) – Indonésia
Rato amarelo de cauda (Rattus xanthurus) – Indonésia

Grupo leucopus (Novo grupo de Guiné)

Rato Arfak (Vogelkop montanha rato) (Rattus arfakiensis)
Nova Guiné Ocidental montanha rato (Rattus arrogans)
Sula rato (Rattus elaphinus) – Indonésia
Espinhoso Ceram rato (Rattus feliceus) – Indonésia
Giluwe rato (Rattus giluwensis) – Papua-Nova Guiné
Rato Japen (Rattus jobiensis) – Indonésia
Cape York rato (Rattus leucopus) – Austrália, Indonésia e Papua-Nova Guiné
Rato oriental (Rattus mordax) – Papua-Nova Guiné
Rato Moss-floresta (Rattus niobe) – Papua Nova Guiné, Indonésia
Novo rato Guiné (Rattus novaeguineae) – Papua-Nova Guiné
Rato de Ariano (omichlodes Rattus)
Rato highland de Pocock (Rattus pococki)
Grande Nova Guiné espinhoso rato (Rattus pretor) – Indonésia, Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão
Rato Glacier (Rattus richardsoni) – Indonésia
Rato de Stein (Rattus steini) – Indonésia e Papua-Nova Guiné
Rato de Van Deusen (Rattus vandeuseni) – Papua-Nova Guiné
Slender rato (Rattus verecundus) – Indonésia e Papua-Nova Guiné

Grupo fuscipes (grupo australiano)

Rato Dusky (Rattus Colletti) – Austrália
Bush, rato (Rattus fuscipes) – Austrália
Rato pântano australiano (Rattus lutreolus) – Austrália
Rat campo Dusky (Rattus sordidus) – Austrália, Indonésia e Papua-Nova Guiné
Rato de campo claro (Rattus tunneyi) – Austrália
Rato de cabelos compridos (Rattus villosissimus) – Austrália

Acabamos com seus problemas com roedores, empresa especialista em Dedetização em Brasília DF também atuamos no combate a essas pragas, ligue: 61 3272-9911 ou conheça todos os nossos serviços.

  • 1278 Visualizações